SÁBADO CULTURAL 2021

DORA APROVADO.png

Dora Selva é a criadora do projeto @vivapelve que mistura dança contemporânea, twerk, alongamentos e técnicas somáticas cujo o objetivo principal é o movimento do corpo através de formas circulares e espirais presentes em toda a natureza. A oficina nos convida a aprofundar esse estudo pélvico para re-conhecermos e habitarmos nossas corpas, afim de quebrar padrões negativos e estimular a criatividade e liberdade do nosso próprio ser. Movimentar a pelve gera poder e energia, nos reconectando as nossas emoções, a nossa criatividade e saúde. Dora é uma das professoras que fará workshop no Sábado Cultual do dia 06.03.21

Vera Passos é professora, bailarina e coreógrafa que ministrará a oficina Técnica Silvestre. Uma técnica que nasceu na Bahia e tem como ponto de partida o conjunto de gestos das danças dos Orixás. A técnica tem como objetivo o condicionamento físico e também a ligação entre intuição, expressão e interpretação. Integra a identidade cultural

diversificada de gestos que enriquecem positivamente a compreensão da arte como um símbolo de ligação universal. A oficina é acompanhada de música ao vivo para criar uma conversa entre corpo e sonoridade de diversos instrumentos musicais, possibilitando também o acesso de diversos níveis de público. Vera é uma das professoras que fará workshop no Sábado Cultual do dia 06.03.21

Vera passos (2).png

"Bora celebrar o Dia da Mulher? Um evento cheio de poder feminino acontece no comecinho de março! Chegando em sua 2° edição, o Sábado Cultural da Simpatia257 promove uma maratona repleta de vivências incríveis – entre elas oficinas de dança, teatro e música brasileira." – Catraca Livre

Geral APROVADO.png
Indireto Incômodo  APROVADO.png

presentação: “Indireto Incômodo”, Mais Companhia

Sobre as inquietações e dissabores, amores e êxtases de viver, “Indireto Incômodo” é a readaptação online de “Indireto Livre”, trabalhos que usam da metalinguagem e do estilo indireto livre como ferramentas de expressão – quem assiste não sabe exatamente de onde vem aqueles pensamentos imperfeitos. Das personagens? Narrador? Intérprete-criador?

Quem está falando ou dançando é irrelevante, pois ao misturar criador e criatura, acabamos com um resultado identificável e universal. Todes podem se identificar com algo pessoal, mesmo que o pessoal esteja misturado à ficção. O espetáculo é improvisado, portanto criado em tempo real diante da platéia.